ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Estamos cumprindo com as obrigações do Estado”, ressalta Rosemberg após apresentação das contas do governo do 1º quadrimestre

Secretário da Fazenda apresentou na Assembleia Legislatica balanço dos primeiros quatro meses de 2021
O líder do Governo na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), deputado Rosemberg Pinto (PT) afirmou nesta terça-feira, 15, durante apresentação das contas da gestão estadual do 1º quadrimestre de 2021 que, em face as incertezas presentes na economia brasileira devido ao atraso na vacinação contra a Covid e à ameaça de nova piora da crise sanitária, os baianos podem contar com o governo Rui Costa (PT) e com a Sefaz Bahia, que está antenada ao equilíbrio das contas públicas.
“Os caminhos e as políticas que a gente vem desenvolvendo, ouço elogios também dos parlamentares que não são da base. Queria agradecer bastante como líder do Governo”, afirmou Rosemberg durante a audiência pública virtual, com a presença dos parlamentares da Casa.
Nos dados apresentados pelo secretário Manoel Vitório ficou demonstrado que a Bahia mantém as contas em dia, tem baixo endividamento e é o segundo maior investidor público do Brasil, atrás apenas de São Paulo.
Nos primeiros quatro meses deste ano, a Bahia manteve a vice-liderança entre os estados brasileiros. De janeiro a abril foram aplicados R$ 587,2 milhões, enquanto São Paulo investiu R$ 1,06 bilhão. Desde 2015, o governo baiano já investiu R$ 15,4 bilhões, enquanto a gestão paulista R$ 46,7 bilhões.
“É sempre importante ressaltar que investimos proporcionalmente mais, tendo em vista que o orçamento de São Paulo é cinco vezes maior”, lembrou Vitório.

Equilíbrio Fiscal
O equilíbrio fiscal obtido via controle rigoroso dos gastos e melhoria do desempenho da arrecadação são essenciais para o resultado que levou a Bahia a obter nota B na Capacidade de Pagamento (Capag), indicador produzido pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN) para avaliar saúde fiscal dos estados e municípios.
A Bahia está bem avaliada nas três categorias examinadas pela STN: Liquidez, Endividamento e Poupança Corrente. A classificação torna o governo da Bahia apto a contar com o aval da União na contratação de operações de crédito destinadas a novos investimentos.
Transporte, urbanismo, saúde, saneamento, segurança e educação são as áreas com maior concentração de recursos investidos pelo governo baiano, incluindo a expansão do metrô e outras obras de mobilidade urbana, como o VLT do Subúrbio Ferroviário, a construção e recuperação de rodovias e a construção de nove hospitais e 16 policlínicas de saúde nos últimos anos, o que tem sido determinante para que a Bahia se mantenha entre os estados brasileiros com menor taxa de letalidade durante a pandemia.
“Estamos vivendo este momento de pandemia e cumprindo com as obrigações do Estado”, ressaltou Rosemberg.


Assessoria de Comunicação Liderança do Governo na Alba

☎ (71) 3115-5376/5575

Nenhum comentário