ÚLTIMAS NOTÍCIAS

CMS, Secretaria de Saúde e RAPS de Ibicaraí realizaram Conferência Municipal de Saúde Mental

 

O Conselho Municipal de Saúde (CMS), a Secretaria Municipal de Saúde de Ibicaraí e a Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) realizaram na quarta-feira, dia 09 de março, a Primeira Conferência Municipal de Saúde Mental com o tema: Fortalecer e Garantir Políticas de Saúde Mental: O SUS, o cuidado em Saúde Mental em liberdade e respeito aos direitos humanos.

A Coordenadora Municipal de Saúde Mental Karla da Silva Santos fez a abertura da conferência como mestre de cerimônia falando da importância desse evento pioneiro em Ibicaraí, e na sequência passou a palavra para a secretária municipal de Saúde, Luna Tavares.

Luna iniciou sua fala agradecendo a presença de todos e em seguida falou um pouco sobre o início do CAPS e da Saúde Mental em Ibicaraí. “Em nossa gestão não medimos esforços para tratar o usuário da melhor forma possível. Hoje temos uma sede própria e excelentes profissionais da área e fazemos de tudo para oferecer um bom serviço”, disse a secretária.

Na sequência foi dada a palavra ao Presidente do Conselho Municipal de Saúde, Carlyle Assis, que deixou claro que conhece pouco sobre o tema Saúde Mental, mas percebeu um grande avanço no serviço prestado ao usuário do CAPS. Carlyle falou dos avanços no tratamento nos dias atuais e lembrou do passado, quando o ‘louco’ era jogado em manicômios e o tratamento era a base de choque elétrico. “Que bom que hoje nós temos um CAPS voltado para o tratamento de diversos problemas mentais, entre eles a depressão”, finalizou Carlyle.

Na sequência a Diretora do Núcleo Estadual de Saúde, Domilene Costa Silva, foi breve e agradeceu pelo convite e pelo avanço da Saúde Mental no município. A diretora lembrou que foi secretária do município na gestão anterior e parabenizou a atual equipe de Saúde e o CAPS pelo excelente trabalho feito no município.

A prefeita Monalisa Tavares agradeceu a presença de todos, aproveitando para dizer que Domilene é uma amiga de Ibicaraí, que busca o melhor para a saúde regional. A gestora agradeceu pessoalmente a cada um dos presentes e ao Legislativo Municipal. Por último, a prefeita agradeceu a Carla Ernestina, Coordenadora do CAPS, e toda a sua equipe.

Monalisa falou um pouco sobre o tema Saúde Mental e fez uma analogia sobre saúde mental e plantas. A prefeita disse que ninguém escolhe nascer com algum transtorno mental. “É papel da Saúde e da comunidade cuidar dos nossos usuários. Todos nós precisamos cuidar da nossa e da saúde mental do seu semelhante. Monalisa concluiu agradecendo e parabenizando a Coordenadora Municipal de Saúde Mental Karla da Silva Santos e equipe pelo belíssimo trabalho.

Karla pediu para que todos se levantassem para ouvir o hino nacional e no momento seguinte foi dada novamente a palavra ao presidente do Conselho Municipal de Saúde que deu aberta a Primeira Conferência Municipal de Saúde Mental de Ibicaraí.

Karla contou um pouco sobre a história da saúde mental no mundo e sobre a Reforma Psiquiátrica. A psicóloga falou sobre a forma como eram tratadas as pessoas com problemas mentais. Lembrou dos Leprosários (locais para tratamento de leprosos), que serviram depois para colocar os ‘loucos’. Karla falou um pouco dos hospitais psiquiátricos ou manicômios e disse que durante séculos o doente mental foi guardado nesses hospitais, longe do convívio social.

"Eu fui internada por duas vezes no São Judas (hospital psiquiátrico em Itabuna) e só comecei a viver de verdade e me sentir útil a partir do momento que comecei a frequentar o CAPS", disse emocionada uma usuária do CAPS.

Na sequência a Enfermeira Alessandra Mateus falou sobre a saúde mental; a Assistente Social Isis Caroline fez uma palestra sobre os Princípios do SUS e Políticas Públicas de Saúde Mental e por último a Psicóloga Ana Paula Duarte Costa falou o sobre Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), dispositivo substitutivo dos manicômios.

Estiveram presentes ainda Carla Ernestina, Coordenadora do CAPS de Ibicaraí, a Equipe Emult, o Coordenador da Atenção Básica, Carlos Cezar, além de diversos profissionais da Saúde, a Chefe de Gabinete Cristiane Arraes, a Controladora do Município Camila Costa, o Assessor Especial Arlyson Ramos e os vereadores Herbinho e Lió.


CONFERÊNCIAS

As Conferência são de grande relevância para um povo. São espaços abertos, democráticos para melhorias e transformações. Onde de fato o sujeito atua como agente de mudanças, transformador de sua história. Os CAPS, dispositivo substitutivo da lógica manicomial surgiram das discussões em Conferências. Ou seja, é onde pode fazer da Saúde Mental uma realidade para todos.















Texto e fotos: Ascom Prefeitura de Ibicaraí

Nenhum comentário