ÚLTIMAS NOTÍCIAS

VEREADOR TANDICK DIZ QUE GOVERNO QUER ACABAR COM CPI DOS TRANSPORTES




Povo de Ilhéus, sou o vereador Tandick Resende. E venho chamar a atenção de todos vocês, pois o Governo Municipal está tentando acabar com a CPI dos transportes que investiga o Acordão de mais de 18 milhões que a prefeitura está pagando às empresas de ônibus, as mesmas empresas que estão induvidosamente prestando um desserviço à nossa cidade
Resumidamente é o seguinte: A prefeitura fez um acordo dentro de processo judicial que sem dúvidas possui atos de omissão da procuradoria, a qual ao invés de defender o nosso dinheiro, dinheiro público, preferiu, de maneira muito suspeita, entregar de mãos beijadas o dinheiro do nosso povo a essas péssimas empresas de ônibus.
Eu descobri o acordo feito às escondidas e denunciei. O escândalo gerou a abertura da CPI dos Transportes, mas o Governo desde o início vem tentando atrapalhar os trabalhos e as investigações, e essa semana conseguiu uma decisão suspendendo os trabalhos da CPI.
Como defensor público devo dizer que o pedido de anulação e arquivamento da CPI dos transportes feito pelo líder do Governo, o vereador Gurita, é insubsistente, pois a Lei Federal por ele suscitada tem a aplicabilidade afastada no âmbito municipal pela Lei Orgânica do Município de Ilhéus, bem como pelo Regimento Interno da Câmara. Estas duas últimas leis sim são aplicáveis ao caso porque o Município tem auto governo, auto organização e auto administração, de modo que não é obrigado a reproduzir os textos federais na íntegra, como nesse caso.
Eu me pergunto, e acredito que vocês também, o que tanto o Governo quer esconder?! Por que o Governo quer de qualquer modo, a qualquer custo encerrar as investigações?! O que esse Governo tanto teme?! Coisa boa não é!




Conclamo ao povo de Ilhéus que não permita isso, vamos juntos descobrir o que o Governo quer esconder do povo. Vamos à Câmara Municipal dizer sim à CPI dos transportes. Ela tem que continuar, e, para isso, depende apenas da aplicação da Lei Orgânica Municipal de Ilhéus e do Regimento Interno da CMI.

Nenhum comentário