ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Câmara reorganiza Frente Parlamentar das Mulheres

Criada através de decreto legislativo, em 2018, a Frente Parlamentar das Mulheres contará no mandato que se inicia com as participações efetivas das vereadoras Enilda Mendonça e Ivete Maria de Souza. Como desde 2012 o parlamento ilheense não contava com a eleição de mulheres, a Frente Parlamentar, desde sua criação, foi representada até aqui por vereadores do sexo masculino. O fortalecimento na iniciativa, com a presença da representatividade feminina, foi tema de encontro entre as duas vereadoras e o presidente da Câmara, Jerbson Moraes. 
A proposta é de que, desde a abertura do período legislativo, em fevereiro, seja reestruturada a Frente Parlamentar. Professora Enilda destaca a importância da iniciativa, que atua na defesa de políticas públicas para mulheres, no enfrentamento à violência doméstica e é um instrumento que luta por ideias e ações para defender os seus direitos. 

Políticas Públicas 

Em 2018, a maior motivação para a criação da frente era o número crescente de mulheres que sofriam violência e feminicídio. De lá pra cá – afirma Enilda – pouca coisa mudou. “Vamos provocar o debate acerca das possibilidades de concretizar políticas públicas que possam identificar, registrar e diagnosticar os principais problemas enfrentados pela mulher ilheense, bem como apontar soluções e caminhos que garantam acesso, segurança, saúde e mais qualidade de vida a essas mulheres”, afirmou. 

A frente também visa promover a autonomia e igualdade no mundo do trabalho e cidadania, debater e encaminhar propostas de legislações de educação inclusiva não sexista, que tratem da saúde das mulheres, direitos sexuais e reprodutivos; bem como debater propostas que alterem a situação da violência doméstica contra a mulher. 

Apoio 

“É através desta Frente Parlamentar que é possível, também, fortalecer a nossa luta, cobrando para que as instituições de acolhimento funcionem de forma regular”, afirma a vereadora. “Vamos também abarcar diversos movimentos de mulher para que o movimento seja forte, coletivo e participativo”, completou. Enilda faz questão de ressaltar que desde que assumiu a iniciativa pela reativação da Frente Parlamentar, tem recebido total apoio do presidente da Casa, Jerbson Moraes.

Nenhum comentário