Família e PSB evitam comentar resultado preliminar de acidente que matou Campos - Bahia Expresso

Últimas


Ita melhor

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Família e PSB evitam comentar resultado preliminar de acidente que matou Campos



   A família do ex-candidato à Presidência da República, Eduardo Campos, preferiu não comentar o resultado preliminar do acidente que vitimou o presidenciável e outra seis pessoas em 13 de agosto de 2014. 
 Nesta segunda-feira, 26, o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) confirmou que o piloto Marcos Martins e copiloto Geraldo Magela Barbosa não tinham o treinamento de transição exigido pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para operar o modelo Cessna 560 XLS+. 
   O Cenipa também descartou que o acidente tenha sido causado por fogo na aeronave, colisão com drone, ave ou objeto durante o voo. Em nota divulgada pelo PSB, a família Campos diz que só se pronunciará a respeito do assunto após a conclusão de todas as investigações. A nota é assinada pelo advogado da família, José Henrique Wanderley Filho. O Diretório Nacional do PSB informou que está acompanhando as investigações promovidas pela Aeronáutica e pela Polícia Federal para apurar as causas do desastre aéreo, mas também não quis comentar o caso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário