História contada por Murilo Benevides e Sandoval Novaes. - Bahia Expresso

Últimas


Ita melhor

sexta-feira, 2 de junho de 2023

História contada por Murilo Benevides e Sandoval Novaes.





Adalberto Resende Santos, para nós simplesmente Dadau, nascido em 10 de maio de 1961, foi sem duvida um dos maiores atacantes que jogou por aqui, era um artilheiro nato. Começou a jogar futebol aqui em Ibicaraí nas divisões de base do Flamengo Força Jovem, de Merica. Teve como grande incentivador o seu pai João Crua, grande goleiro do passado, em 1978 com 17 anos iniciou jogando futebol em campeonato pelo Bahia, jogou três anos consecutivos, de 1978 a 1980, conquistando o titulo de 1978, em 1981 jogou pelo Guarany conquistando o titulo do mesmo ano, em 1982 volta ao Bahia e conquista o segundo titulo pela equipe, em 1983 volta novamente para o Guarany e conquista mais um titulo, onde encerrou a sua carreira.
Começou a jogar na Seleção de Ibicaraí em 1978 com 17 anos, e foi campeão em 1981 do Campeonato Intermunicipal pela nossa Seleção. Encerrou a sua carreira ainda muito jovem em 1984, devido a falta de tempo para treinar e algumas contusões.
Tem o orgulho de dizer que foi o maior incentivador, de um dos maiores ídolos do nosso futebol que é Madalena. Seus maiores ídolos aqui foram Gel, e seus irmãos Jorjão e Lulinha. Cita o jogo inesquecível, a decisão de 1981 contra o 22 de Outubro, quando o Guarany venceu por 2X0, e ele marcou o segundo gol, e sagrou-se campeão.
Dadau diz que na sua época todos jogavam por amor a camisa, hoje a coisa mudou, os jogadores só jogam ganhando algum dinheiro, mas ele não reclama, é o sistema. Aos jovens que estão iniciando ele diz que, treine bastante, e seja digno no seu dia a dia.
O mesmo mora há 13 anos na cidade de Itororó, mas sempre que pode vem a Ibicaraí, rever os amigos e acompanhar o futebol local

Nenhum comentário:

Postar um comentário