ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Empresas de jantar com Bolsonaro devem R$ 186 milhões à União, diz coluna


Foto: Marcos Corrêa/PR
Foto: Marcos Corrêa/PR

 

Cinco empresas representadas em um jantar com o presidente Jair Bolsonaro na quarta-feira (7) em São Paulo devem R$ 186,4 milhões à União. A informação é da coluna de Guilherme Amado, da revista Época.

O SBT, representado pelo CEO José Roberto Maciel, deve R$ 97,2 milhões, segundo registros da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional. A Cosan, cujo fundador e presidente do conselho de administração é Rubens Ometto, tem R$ 46,3 milhões em dívidas previdenciárias nessa lista.

Outra companhia inscrita na dívida ativa da União é o Banco Inter, fundado por Rubens Menin, que deve R$ 36,6 milhões. O Habib’s, representado no jantar por Alberto Saraiva, fundador e CEO, possui R$ 5,9 milhões em dívidas previdenciárias.

O Bradesco, onde Luiz Carlos Trabuco Cappi é presidente do conselho de administração, tem R$ 400 mil pendentes de FGTS.

Nenhum comentário