ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Começa a desobstrução e limpeza do canal de macrodrenagem do Vila Anália

 


A Prefeitura de Itabuna, por meio da Superintendência de Serviços Públicos da Secretaria de Infraestrutura e Urbanismo, começou a executar a desobstrução e limpeza do canal de macrodrenagem do Vila Anália. O serviço está sendo feito por uma equipe com o suporte de uma retroescavadeira.

Segundo o superintende Francisco de Sousa Lino Filho, desde os primeiros dias de governo do prefeito Augusto Castro a determinação tem sido a desobstrução, limpeza e manutenção de todos os canais de macrodrenagem dos bairros da cidade. Até agora já foram executados serviços nos canais de macrodrenagem dos bairros Lomanto Júnior e Novo Lomanto, São Pedro, Fátima e Califórnia. 

Moradores ao longo do canal do Vila Anália sofriam com a sujeira e o mau cheiro, causados  pelos dejetos lançados no leito que impediam o fluxo regular das águas naturais e pluviais. O superintendente de Serviços Público assegura que  a meta da Prefeitura é minimizar os problemas causados às famílias. 

“Canal sem limpeza, traz uma série de transtornos para a população, como por exemplo, mau cheiro, a presença de insetos, animais peçonhentos e roedores. Mas é preciso que a população coopere com os esforços da Prefeitura”, comenta Sousa. 

No bairro Santo Antônio, nas ruas Santos Dumont e José Bonifácio, prossegue  a limpeza do canal depois do acordo de cooperação técnica entre a Prefeitura de Itabuna e a Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa). No bairro, será viabilizada a canalização e o tratamento de todo o esgoto atualmente lançado no canal de macrodrenagem.

As obras de canalização do esgoto, antiga reivindicação dos moradores que sofrem com o mau cheiro, a presença de insetos, animais e alagamentos em períodos de chuva está sendo atendida pelo prefeito Augusto Castro (PSD) que mobilizou o presidente da Emasa, Raymundo Mendes Filho, para a realização dos  serviços de desobstrução, limpeza e retirada do esgotamento sanitário. 

Depois da limpeza do canal, de aproximadamente 1,5 quilômetro, serão implantadas redes coletoras de esgoto, que vão levar os dejetos até uma estação de tratamento. “Vamos implantar nas duas margens tubulações interceptoras, com poço de visita, para receber o esgoto despejado. Vamos deixar o canal livre para a drenagem pluvial e viabilizar a sua revitalização”, explicou Mendes Filho. 

Departamento de Comunicação Social 

Secretaria de Relações Institucionais e Comunicação

Prefeitura de Itabuna Pela cidade, por você





Nenhum comentário