ÚLTIMAS NOTÍCIAS

“A gestão solitária neste momento é a pior que se pode ter”, alerta Rosemberg em evento com prefeitos do Sul, Extremo Sul e Sudoeste da Bahia


Líder do Governo na Alba foi convidado para  seminário sobre gestão pública que reuniu 32 municípios das três regiões

O deputado Rosemberg Pinto (PT), líder do Governo na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), defendeu nesta sexta-feira (24), durante participação no seminário sobre “Caminhos para o Desenvolvimento da Gestão Pública", em Itabuna, que neste momento de crise no país, os gestores municipais precisam “buscar a criatividade”. 

“Prefeitas e prefeitos não sobreviverão se não buscarem o estímulo ao empreendedorismo, a participação da comunidade e a constituição de grupos que possam aconselhá-los. A gestão solitária neste momento é a pior gestão que se pode ter”, alertou. 
O evento, que contou com a participação do vice-governador da Bahia, João Leão (PP), prefeitos, secretários municipais e a sociedade civil organizada, discutiu o tema “Transformação Urbana, Negócios e Cultura”. No seu discurso, Rosemberg defendeu a atualização da forma de implementar e atrair novos negócios para as cidades. 
“Quando o governador Rui Costa chegar em Ilhéus, por exemplo, não podemos abordá-lo apenas pela questão do cacau. O governador tem que ser abordado pela política de turismo para os próximos 50 anos. Assim é que daremos uma reviravolta na região”, defendeu, ao apontar a necessidade de união dos municípios. “Itabuna e Ilhéus, por exemplo, não podem estar uma de costa para outra. Ilhéus e Itabuna têm que estar viradas uma para outra, cara a cara, porque a junção das duas cidades é o que vai garantir desenvolvimento da região”. 
Sobre a cultura, o deputado afirmou ser fundamental no processo de transformação de uma cidade. “Não podemos fugir das nossas origens, da nossa regionalidade e, para garantirmos isso, a cultura terá que estar inserida nesse processo”, sugeriu. 
O evento na Capital do Sul da Bahia foi organizado pela Associação dos Municípios do Sul, Extremo Sul e Sudoeste da Bahia (Amurc). A entidade reúne 32 cidades das três regiões. Nas eleições de 2018, Rosemberg, reeleito com 101.945 votos, recebeu pouco mais da metade do total de sufrágios dos eleitores das três regiões, se tornando uma das principais lideranças políticas e principal interlocutor regional junto ao governo Rui Costa. “Vamos pensar para frente, no sentido de criar novas oportunidades de geração de emprego e renda, mas também na geração de qualidade de vida para as pessoas que moram nas nossas cidades”, concluiu.


Nenhum comentário