Após quase um ano de mencionado, novo prédio da Câmara de Salvador não sai - Bahia Expresso

Últimas


Ita melhor

domingo, 13 de novembro de 2016

Após quase um ano de mencionado, novo prédio da Câmara de Salvador não sai

Nos idos da festa de Réveillon de 2015 para 2016, o prefeito ACM Neto (DEM) ventilou ao Bocão News a negociação, junto a Câmara de Salvador, de viabilizar a construção de um novo prédio para o legislativo soteropolitano. Na época, a CMS está no auge dos holofotes políticos, pois havia poupado e devolvido aos cofres municipais R$ 15 milhões.
Muitos foram os locais especulados para erguer um novo Plenário da Câmara de Vereadores. O Centro Histórico foi um deles, o bairro dos Barris também com a viabilização do Centro Administrativo Municipal, um sonho que chegou a ser planejado pelo prefeito, também.
Passado quase um ano do anúncio da possível articulação, nada foi concretizado. Em conversa com o Bocão News, o presidente Paulo Câmara (PSDB) contou que quase ficou certa a mudança do Plenário para o antigo prédio do Cine Excelsior [foto], ao lado do Palácio Arquiepiscopal, que se encontra fechado há anos.
“Estava tudo certo. Teríamos um excelente espaço, mas com a mudança da gestão do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), a parte do anexo ao fundo do prédio foi embargada para as alterações sugeridas. Então o projeto deixou de prosperar”, contou.
Conforme apurado, o plano B era o Centro Administrativo Municipal, mas com o agravo da crise financeira atual no País, tudo indica que o prefeito tenha engavetado a proposta por enquanto.
Entre os próprios funcionários da Casa e alguns vereadores, as críticas são uma só: o prédio do Paço Municipal, onde abriga a Câmara, opera no limite da sua capacidade física, principalmente a sala do Plenário Cosme de Farias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário