Ex-prefeitos e ex-candidatos podem ficar de fora da disputa eleitoral em Floresta Azul. - Bahia Expresso

Últimas


terça-feira, 10 de outubro de 2023

Ex-prefeitos e ex-candidatos podem ficar de fora da disputa eleitoral em Floresta Azul.


Floresta Azul é uma cidade com população estimada em 10.500 mil habitantes.

Redação: Bahia Expresso

 Localizada no Sul da Bahia, a 500 km de Salvador, é uma cidade que literalmente se divide no período eleitoral. 
A cidade sempre foi marcada por grandes nomes no processo eleitoral, tendo de um lado a família Cardoso que teve seu pioneiro o saudoso Raimundo Cardoso (in memoriam), administrando a cidade de 1971 a 1972, 1977 a 1982 e 1997 a 2000 tendo sua filha a médica Dra. Sandra Cardoso que seguiu sua carreira administrando Floresta Azul de 2009 A 2012.
Do outro lado outro  grupo na cidade, e que se encontra ativo é o de Carlos Hamilton (Garrafão), considerado um dos maiores lideres políticos da cidade que governou a cidade por dois mandatos. 1993 a 1996 e de 2005 a 2008.
Garrafão também tem história na cidade, afinal ele é filho de outro pioneiro, o saudoso Abdias Pedro(Didi), que também foi prefeito em Floresta Azul no período de 1967 a 1970, atualmente Floresta Azul é administrado por Dra. Gicelia Cardoso ( esposa de Garrafão) que segue em seu segundo mandato sendo considerada uma das melhores prefeitas que por Floresta Azul passou de acordo o ultimo processo eleitoral.
Esses dois grandes grupos marcam a trajetória política de Floresta Azul, atualmente o família Cardoso que tem como líder Dra. Sandra se afastaram da politica local, não tendo o nome até o momento para disputa do pleito 2025 a 2027, mantendo apenas o grupo de Garrafão atualmente ativo diretamente no processo eleitoral, que irá buscar um nome para a sucessão já que Dra. Gicelia segue em seu segundo mandato.
No ano de 2024 irá se repetir algo marcante na política florestense, 2024 terá candidatos que nunca se lançaram ao executivo como irá administrar a prefeitura pela primeira vez.

Dra. Sandra Cardoso ( ex-prefeita) está fora da disputa eleitoral, não mantendo o grupo que migraram para outros grupos político,  a ex prefeita, chegou a lançar o nome de seu primo o comerciante Erick Cardoso como seu sucessor. Erick, que era considerado como uma nova força na política de Floresta Azul, atualmente o ex-candidato a prefeito compõe com o grupo da atual prefeita.
Garrafão (ex-prefeito) chegou a lançar seu nome em 2016 e sempre esteve no processo eleitoral, mais acabou ficando de fora por questões judiciais, (justiça eleitoral) o que impossibilitou a sua candidatura O nome da sua esposa Dra. Giselia Santana, (pessoa muito estimada em Floresta Azul), como sua candidata. Dra. Giselia era o mais novo nome que surgia na historia desse município. A doutora já foi candidata a prefeita em Floresta Azul mais não foi eleita, atualmente Garrafão não  pode lançar o nome por ter a esposa como prefeita pela lei eleitoral fica impedido.
Mardson Silva ( ex-candidato a prefeito) Uma terceira via surgia no município. Nome novo que traz esperança para aqueles que não queriam nem o grupo dos Cardoso nem o de Garrafão.
Mardson  não foi eleito apesar de ter uma identificação com a cidade, conhecido em toda Bahia por ter realizado um bom trabalho voltado a saúde, através de fundações que administrava na época em alguns hospitais que dava suporte a algumas cidades do nosso Estado.
Atualmente Mardson compõe com o grupo da Dra. Gicelia.
Com os principais nomes fora da disputa pela cadeira do Executivo Municipal florestense, a cidade passa por um momento onde calouros' que nunca terem governado a cidade, irão disputar a sucessão eleitoral da atual gestão de um lado um nome que irá escolhido pela Dra.Gicelia que deverá ser anunciado em breve e do lado o grupo opositor que atualmente é liderado pela vereadora Daniela Laranjeira, que já anunciou uma possível pré candidatura em 2024.
1 de janeiro de 2025 Floresta Azul terá um novo prefeito ou prefeita, pode se repetir o episodio de 2016, que ser eleito pela primeira vez ao cargo.
Esse novo cenário está balançando a eleição local, e dará a cidade um novo 'cacique político' e naturalmente um novo grupo poderá surgir na cidade, e ficará marcado na historia da politica onde terá ter uma terceira prefeita consecutiva a frente da prefeitura.
O novo pode estar chegando para planejar o futuro e da prosseguimento no desenvolvimento da pacata Floresta Azul, um lugar de pessoas ordeiras, pessoas de bem, que merece um futuro digno para essa população que está nas mãos desses três grandes nomes da 'nova política' florestense.
Que venha o novo e que esse novo faça a diferença.

Nenhum comentário:

Postar um comentário