Volta às aulas em Ibicaraí mostra uma nova realidade na educação municipal - Bahia Expresso

Últimas


Ita melhor

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2023

Volta às aulas em Ibicaraí mostra uma nova realidade na educação municipal






As aulas na rede pública municipal de Ibicaraí voltam no próximo dia primeiro de março (em uma quarta-feira) e a expectativa da atual gestão e da Secretaria Municipal de Educação é a melhor possível, diferente de quando a prefeita Monalisa Tavares assumiu a prefeitura de Ibicaraí, em janeiro de 2021 - em meio a uma pandemia global - e uma série crise educacional, com alunos tendo aulas remotas, escolas fechadas e literalmente abandonadas.
Assim que assumiu a prefeitura, Monalisa pediu para a secretária de Educação, Miriam Andrade, um relatório detalhado de todas as unidades da rede pública municipal (escolas e creches) e o real estado em que os prédios foram encontrados. O resultado mostrado em fotos e dados só comprovam o que já tinha sido constatado visualmente: grande parte dos prédios se encontravam em total estado de abandono.

ESCOLAS



As escolas Ramiro Berbert de Castro, no distrito da Salomeia, Iêda Barradas, no bairro do Luxo, José Tito de Lima, no bairro Bela Vista, Raimundo Cordeiro de Almeida, no distrito do Cajueiro Novo e Olavo Bilac, no Cajueiro Velho e Lino Francisco dos Santos (zona rural do Jacarandá) foram totalmente reformadas e alguns prédios ainda foram ampliados.
Todos esses prédios ganharam conserto dos telhados, aplicação de forro, aplicação de piso cerâmico, pintura, reforma na parte elétrica e hidráulica e novos móveis para todas as escolas. O Ramiro Berbert de Castro e o Olavo Bilac ganharam ainda novas salas, banheiros, almoxarifados, ampliação de cozinha, área para recreação, entre outras coisas. O José Tito de Lima precisou trocar todo o seu telhado. No Ângelo Magalhães (antigo Ana Nery), foram construídos novos banheiros para alunos e professores e uma ampla cozinha.

CRECHES

A creche Belizana Pereira, no distrito da Salomeia, foi literalmente reconstruída. O prédio estava abandonado, com o telhado caído. A creche ganhou novo telhado, novas salas, com nova rede elétrica, hidráulica e esgoto, além de piso cerâmico e uma nova cozinha, área de serviço, pintura e uma área de recreação na frente do prédio.

A creche Raimunda Mota, no bairro do Luxo, foi totalmente reformada e ampliada, com uma nova cozinha, um novo almoxarifado, uma brinquedoteca, reforma nas salas, forro e piso cerâmico em todos os ambientes, um parque infantil e uma nova área para lanche e almoço da criançada, além de nova pintura.

No distrito do Cajueiro Novo a creche Bernadete Barros também foi requalificada, com pintura e reforma da parte elétrica e hidráulica. As três creches ainda ganharam mobiliários novos e brinquedos pedagógicos, fruto de emenda parlamentar do deputado federal Paulo Azi, no valor de R$ 600.000,00 (seiscentos mil reais).

“Encontramos uma educação “doente”, carente de tudo, com prédios fechados e abandonados. A prefeita Monalisa Tavares, colocou como prioridade a reforma e todo o mobiliário das escolas e creches, para que nosso alunado pudesse voltar para a sala de aula (em março) com dignidade. Ainda iremos reformar as escolas da Vila, Duque de Caxias, Corina Batista e Delfino Guedes. Das 19 Unidades escolares, 10 já foram totalmente reformadas, requalificadas e mobiliadas. Hoje me orgulha ver como encontramos as escolas e como estamos devolvendo para os nossos alunos”, disse Miriam Andrade, Secretária de Educação.

“Encontrei uma educação caótica, sem funcionar, muito por conta da pandemia e da vontade política da antiga gestão. Prédios escolares abandonados e muitos com telhados caindo. Nos organizamos, reformamos e ampliamos quase todas as nossas escolas com recursos próprios e mobiliamos tudo, graças a emenda parlamentar do nosso deputado Paulo Azi. O fato é que a nossa educação estava jogada às traças e hoje tenho muito orgulho em dizer que fizemos muito com pouco e que o nosso alunado vai voltar em março e vai encontrar escolas e creches reformadas e ampliadas, em apenas dois anos de gestão”, disse a prefeita Monalisa Tavares.











Texto e fotos: Ascom Prefeitura de Ibicarai

Nenhum comentário:

Postar um comentário