Terrorismo em Brasília: veja donos de veículos apreendidos por ordem do STF - Bahia Expresso

Últimas


terça-feira, 10 de janeiro de 2023

Terrorismo em Brasília: veja donos de veículos apreendidos por ordem do STF

Levantamento do g1 identificou proprietários de 19 dos 87 veículos até a última atualização desta reportagem.



Ônibus levam bolsonaristas acampados no QG do Exército para Superintendência da PF — Foto: TV Globo/Reprodução

Após os atos terroristas praticados por bolsonaristas radicais no domingo (8) em Brasília, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes determinou o bloqueio a apreensão de 87 veículos estacionados na região da Granja do Torto que, segundo o magistrado "trouxeram os terroristas para o Distrito Federal".


O g1 identificou proprietários de parte desses veículos:


QGC5F98 - Modelo Marco Polo Senior
JFR TUR TURISMO LTDA - Paracatu (MG)

HUX2A01 - Modelo Mercedes-Benz 400 RSD
LIDIA LORRAINE SILVA CRUZ CASTILHO

JAE5C39 - Volvo Busscar
TRANSGIRO TURISMO E VIAGENS LTDA - Cascavel (PR)

AOT5582 - Fiat Uno Mille
LUIZ CARLOS BERTOLDI - São Paulo (SP)

BCI4100 - Volvo Busscar Panorami
MONTANA TURISMO LTDA - Curitiba (PR)

BBT6825
Viação Garcia - Londrina (PR)

BBN6956
Viação Garcia - Londrina (PR)

BBN4963
Viação Garcia - Londrina (PR)

BDI1A49
Brasil Sul Linhas Rodoviárias - Londrina (PR)

BBS8249
Brasil Sul Linhas Rodoviárias - Londrina (PR)

LSN-3551 - Modelo Volvo Marco Polo Paradiso
São Matheus-Bady Bassitt Transportes e Turismo Ltda - São José do Rio Preto (SP)

NRB-9690 - Mercedes Paradiso
Astra Turismo - Votuporanga (SP)

AMG-1292 - Mercedes Busscar Vis
Astra Turismo - Votuporanga

HXU-1654 - Mercedes Paradiso
Ramos & Silva Locadora de Veículos Ltda (contratada pela Astra Turismo)

FGX6294
BB Transporte e Turismo Ltda - Barueri (SP)

QAO9497 - Scania Paradiso
Transcolita Turismo Ltda - Itapora (MS)

AJO9G41 - Volvo Paradiso
Viação JMC Eireli - Pinhais (PR)

OVP2578 - Voyage
Elza R. Silva - Brasília (DF)

AZZ1590 - Volvo Paradiso
Italianinha Transportes de Passageiros Ltda - Matelândia (PR)

Entre os identificados está Luiz Carlos Bertoldi, morador de São Paulo e que se apresenta como bolsonarista em seu perfil do Facebook. Bertoldi possui fotos com filtros dos dizeres "#FechadoComBolsonaro" e "Faço parte do Exército de Bolsonaro".


O g1 tenta contato com os proprietários dos veículos.


Em contato por telefone às 11h06, um representante da Montana Turismo, de Curitiba (PR), disse que "não temos nada a falar" sobre a apreensão do ônibus da empresa.
Segundo a Transgiro Turismo e Viagens LTDA, o veículo listado pelo STF está "a turismo em Brasília" e não se encontra nos arredores da Graja do Torto, mas em Planaltina. "Neste momento, de acordo com nossos motoristas, nenhum veículo foi apreendido", afirmou a empresa às 11h10.
A Viação Garcia Brasil Sil afirmou que "repudia qualquer violência e atos de natureza antidemocrática" e que apenas "oferta o serviço de fretamento de ônibus". Sem responder sobre quem contratou o serviço, a empresa disse que só prestará as informações "nos termos da lei".
A Transcolita Turismo Ltda informou que o ônibus foi fretado por um morador de Maracaju (MS) para ir a Brasília. O veículo estava no Distrito Federal a trabalho. Informações sobre quem fretou não foram divulgados pela empresa.
A Expresso Princesa dos Campos, de Ponta Grossa (PR), disse em comunicado que "repudia qualquer ato de violência ou de natureza antidemocrática" e informou que, "durante o último fim de semana, houve um fretamento realizado saindo da cidade de Ponta Grossa (PR) para o destino Brasília (DF)". A empresa ressalta que está à disposição dos órgãos competentes para qualquer esclarecimento. A companhia não forneceu nomes dos passageiros, mas que está prestando as informações necessárias para a Justiça.
A BB Transporte e Turismo, em comunicado, disse que "não compactua com os referidos atos antidemocráticos que ocasionaram o bloqueio e a apreensão do veículo, ocasionando grandes transtornos para a empresa". Ainda, disse que só soube do uso do veículo alugado após a apreensão e que não pode revelar quem fez o aluguel.


Esta reportagem está em atualização.


Terrorismo em Brasília

Na tarde de domingo (8), bolsonaristas invadiram e depredaram os prédios dos três poderes (Legislativo, Executivo e Judiciário) em Brasília. Alexandre de Moraes determinou a apreensão e bloqueio de 87 ônibus identificados pela Polícia Federal que levaram "terroristas para o Distrito Federal", em suas palavras.
O ministro determina que os proprietários devem ser ouvidos em até 48 horas, e são obrigados a apresentar a "relação e identificação de todos os passageiros, dos contratantes do transporte, inclusive apresentando contratos escritos caso existam, meios de pagamento e quaisquer outras informações pertinentes".
Em resposta ao movimento de golpe em Brasília, o presidente Lula (PT) determinou a intervenção federal na Segurança Pública do Distrito Federal até o dia 31 de janeiro. Governador local, Ibaneis Rocha se eximiu de culpa pelo ataque terrorista e, na madrugada desta segunda-feira (9), foi afastado do cargo por determinação de Alexandre de Moraes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário