Empresário que ofereceu R$ 200 por voto em Bolsonaro pode pegar 8 anos de prisão - Bahia Expresso

Últimas


sexta-feira, 7 de outubro de 2022

Empresário que ofereceu R$ 200 por voto em Bolsonaro pode pegar 8 anos de prisão

A Polícia Federal e o Ministério Público Eleitoral investigam o caso

 Maurício Lopes Fernandes Júnior (Foto: Reprodução)


247 - “O empresário paraense que ofereceu R$ 200 para seus funcionários votarem em Jair Bolsonaro pode ser preso por até oito anos. A Polícia Federal e o Ministério Público Eleitoral investigam o caso”, informa o jornalista Guilherme Amado em sua coluna no portal Metrópoles.
“Segundo a denúncia encaminhada ao MP Eleitoral, o empresário Maurício Lopes Fernandes Júnior, conhecido como “Da Lua”, tentou comprar votos de funcionários em São Miguel do Guamá (PA). Júnior tem uma empresa de cerâmicas, telhas e tijolos”, relata.

Nenhum comentário:

Postar um comentário