Candidato ao governo da BA derrotado no 1º turno, Kleber Rosa anuncia apoio a Jerônimo; PSOL também formaliza aliança - Bahia Expresso

Últimas


terça-feira, 4 de outubro de 2022

Candidato ao governo da BA derrotado no 1º turno, Kleber Rosa anuncia apoio a Jerônimo; PSOL também formaliza aliança


Kleber Rosa e Jerônimo Rodrigues, que disputa do 2º turno contra ACM Neto, concederam entrevista coletiva à imprensa para formalizar o apoio




Rui Jerônimo Kleber Rosa — Foto: Redes sociais

Candidato ao governo da Bahia derrotado no primeiro das eleições, Kleber Rosa (PSOL) oficializou o apoio a Jerônimo Rodrigues, candidato do PT ao governo da Bahia. Além de Kleber, o PSOL também estará no segundo turno com a candidatura do petista.
O anúncio foi feito nesta terça-feira (4), após aprovação, por unanimidade, durante reunião virtual da Executiva Estadual do PSOL Bahia. Jerônimo e Kleber formalizaram o apoio em entrevista coletiva. Kleber Rosa teve 0,59% ou 48.239 votos.
O PSOL entregou um documento com diretrizes para o plano de governo petista. Jerônimo prometeu uma devolutiva informado o que será incorporado, após avaliar o pedido.
"Em linhas gerais, o documento aponta o que já tratamos da campanha. Valorização do servidor, do bem público, defesa da população negra, quilombola, dos povos indígenas", disse Kleber.
"Hoje recebemos apoios importantes. O apoio do PSOL é importantíssimo para a gente. Temo um mês para qualificar ainda mais a campanha. Muito obrigado", disse Jerônimo. O governador Rui Costa também participou da coletiva, que ainda teve a presença do senador eleito Otto Alencar (PSD), e de lideranças do PSOL, como a candidata derrotada ao Senado, Tâmara Azevedo, e a vereadora de Salvador, Laina Crisóstomo
Apesar de ter sido adversários no primeiro turno na Bahia, o PSOL e Kleber Rosa já apoiavam a candidatura do ex-presidente Lula (PT) para a presidência.
Jerônimo Rodrigues teve 49,45% ou 4.019.830 votos. Ele vai disputar o segundo turno contra ACM Neto, do União Brasil, que teve 3.316.711 votos (40,80%). Com a disputa a Bahia volta a ter segundo turno depois de 28 anos. A última vez foi em 1994, quando Paulo Souto (PFL) enfrentou João Durval (PMN).
O terceiro colocado, também fora do segundo turno foi João Roma (PL) recebeu 738.311 votos (9%). Roma anunciou que vai anunciar nesta terça-feira sua posição sobre o segundo turno. Em suas redes sociais, ele agradeceu os votos recebidos e prometeu trabalhar no estado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL).
Além do apoio do candidato do PSOL, Jerônimo Rodrigues anunciou, nesta terça, novos apoios de prefeitos que no primeiro turno apoiaram seus adversários. Jerônimo Rodrigues (PT), venceu em 351 dos 417 municípios baianos (84,17%)

Nenhum comentário:

Postar um comentário