ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Ilhéus: Prefeitura lança Mais Cacau para melhoria da cacauicultura e atividade dos agricultores


Transferência de renda direto para a mão do homem e da mulher do campo para melhorar a vida dos agricultores. Esse é o objetivo do Produzir Mais Cacau, programa lançado pela Prefeitura na manhã de hoje, 23, por meio da secretaria municipal de Desenvolvimento Econômico e Inovação (SDE). Com a presença maciça de representantes de entidades rurais, imprensa e sociedade civil no auditório do centro administrativo, a iniciativa foi aplaudida pelos produtores agrícolas no evento. A titular da pasta, Soane Galvão, assinou o decreto que instituiu o programa no âmbito do município e a portaria de nomeação do corpo técnico, além de destinar um trator Solis 75 para a Associação dos Pequenos Produtores da Região do Riachão de Piaçaveira, contemplando 39 famílias.
“Hoje realizamos algo histórico em Ilhéus, pois conseguimos reunir os produtores com os vários segmentos de nossa cadeia produtiva. O prefeito Mário Alexandre traz essa iniciativa para elevar a qualidade de vida da população com transferência de renda por meio da agricultura. Isso, com estratégias para melhorar o rendimento das plantações e a qualidade das amêndoas do cacau. Ofertaremos cursos teóricos e práticos, capacitação e assistência técnica a custo zero, trazendo novas práticas de manejo e técnicas adequadas para recuperar as nossas lavouras e combater doenças”, explicou a titular da pasta SDE, Soane Galvão.
O presidente do Sindicato Rural de Ilhéus, Isidório Gesteira, parabenizou o governo pela importância do programa. “A gente precisa retornar ao campo com apoio técnico, porque a agricultura é a maior geradora de emprego e alavanca o município de Ilhéus”, afirmou.
Para Cristiano Vilela, diretor científico do Centro de Inovação do Cacau (CIC) e secretário do Parque Científico e Tecnológico do Sul da Bahia, o Mais Cacau transforma vidas. “É uma grande oportunidade. Reforçamos o nosso compromisso em ajudar o programa a mudar a vida do produtor”.
Um amplo estudo realizado pelo Sebrae e parceiros revelou que o melhor caminho, e mais rápido, para o Sul da Bahia resgatar a riqueza que já teve, é a produção de uma amêndoa de qualidade, explica a gerente regional do Sebrae, Claudiana Figueiredo. “Estejamos atentos e comprometidos com esse programa, que dará condição de melhorar a renda e possibilitar o emprego”, disse.
Membro da comissão de Agricultura e Pesca da Câmara de Ilhéus, o vereador Ivo Evangelista, ressaltou o grande desafio do município que tem extenso território com mais de mil quilômetros de estradas vicinais. “Sabemos da estrutura necessária para que a agricultura continue a alavancar. O governo municipal tem se preocupado em fazer algo que realmente possa atender as necessidades. Nosso município tem uma extensão territorial muito grande, que é cortado por estradas estaduais e federais, e a gente precisa cobrar a manutenção dessas estradas”, acrescentou, e convidou a todos para uma sessão especial na câmara na próxima quarta-feira para discutir o cacau e a Ceplac.
Também compuseram a mesa, o vereador Gurita; o presidente da Associação dos Pequenos Produtores da Região do Riachão de Piaçaveira, Domingo Miguel, que agradeceu ao governo municipal e toda equipe pelo empenho, presença na comunidade e pela destinação do trator; o representante do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Pesqueiro Sustentável de Ilhéus (COMDERUPES), Rodrigo Gaspar; e o gerente do Banco Nordeste de Ilhéus, Antônio Araújo. Representante do Banco do Brasil, de diversas associações e entidades ligadas à agricultura, assim como membros das equipes de governo se fizeram presentes no lançamento.
O Produzir Mais Cacau acontece por meio de uma parceria do município de Ilhéus via convênio com os Bancos do Brasil e do Nordeste, instituições como o SEBRAE, SENAR, BAHIATER, e a Dengo Chocolates.
Quilombo – Representantes quilombolas do Alto Terra Nova, situado no km 14 da BA Ilhéus-Uruçuca, durante a apresentação do programa, realizaram um ato de manifestação às autoridades presentes reivindicando segurança e policiamento diante de recente conflito de terra na localidade. As autoridades presentes ouviram as solicitações e se dispuseram a apurar os fatos









Nenhum comentário