ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MP-BA investiga atos de "Jerbinho" na presidência da Câmara de Vereadores de Ilhéus

 


Três ex-presidentes da Câmara de Vereadores de Ilhéus estão enrolados com a Justiça criminal após terem sido acusados de desviar, em benefício próprio, recursos públicos do legislativo.

 Josivaldo Machado, Tarcísio paixão e Lucas Paiva foram investigados pela operação Xavier, iniciada em maio de 2019, sob a corajosa liderança do promotor Frank Ferrari  (MP-BA), que já deixou Ilhéus por conta própria.

Vale lembrar que Tarcísio paixão e Lucas Paiva chegaram a ser presos provém preventivamente. As ações criminais seguem e, até o momento, não é resultado definitivo.

Apesar do passado recente de prisões, escândalos e grande repercussão na mídia, o modelo de gestão temerária pode ter continuado.

Nos corredores do palácio teodolito Ferreira ocorre o boato de que a saída de Frank da 8ª Promotoria fechou os olhos do Ministério Público em relação a câmara. Segundo alguns vereadores ouvido pelo BG ou, o novo promotor, Pedro Paulo Andrade, não teria a mesma disposição para investigar a suspeita e "não gosta de mídia".

Pelo visto o boato não corresponde à realidade.
O BG descobriu que o promotor Pedro Paulo abriu três procedimentos sigilosos de investigação contra o presidente Jerbson Moraes (PSD), conhecido no meio político como "Jerbinho".

Mais uma vez, o MP apura a ilegalidade da contratação, sem processo licitatório, de assessorias contábil, jurídica e legislativa.

O BG manteve contato com Jerbson Moraes.

Após indagação, o presidente mandou a seguinte mensagem dos pontos "e eu não fiz nada de errado e o ministério público tem o dever de investigar o que quiser".

O BG Aguarda um posicionamento do promotor Pedro Paulo Andrade a respeito da investigação.

Matéria do site Blog do Gusmão

O Bahia Expresso abre direito de resposta a assessoria do vereador


Nenhum comentário