ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Cientistas identificam que 82% dos pacientes com Covid-19 têm carência de vitamina D



Foto: Fernando Vivas/GOVBA

Cientistas espanhóis identificaram deficiência de vitamina D em mais de 80% dos pacientes infectados com a Covid-19. De acordo com o artigo publicado no Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism, a insuficiência é mais frequente entre os homens.
O estudo envolveu 218 pacientes que estavam internados no Hospital Universitário Marquês de Valdecilla, da cidade espanhola de Santander.
A vitamina D, hormônio produzido pelos rins, controla a concentração de cálcio no sangue e afeta o sistema imunológico, explica um comunicado da Sociedade de Endocrinologia, que reúne mais de 18 mil especialistas em 122 países, traz reportagem do Estadão.
De acordo com as constatações dos cientistas, a deficiência da vitamina D pode ser relacionada com uma variedade de problemas de saúde e a comunidade científica investiga os motivos. 
Os pesquisadores ressaltam que se trata de um estudo de observação. Eles deixam claro que para determinar se o tratamento com vitamina D tem algum papel na prevenção da Covid-19 ou na melhora do prognóstico dos pacientes é necessário realizar grandes testes controlados a fim de contribuir para o controle de futuras ondas do novo coronavírus.
Reportagem do Estadão ressalta que cada vez mais estudos apontam o efeito benéfico desta vitamina no sistema imunológico, especialmente no que diz respeito à proteção contra infecções.
José L. Hernandéz, da universidade espanhola de Cantabria, indica que a abordagem ideal seria identificar e tratar a deficiência da vitamina especialmente nas pessoas pertencentes aos grupos de alto risco para a covid-19, como idosos e pacientes com comorbidades.

Nenhum comentário