ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Últimas notícias sobre o coronavírus no Brasil e no mundo nesta quinta feira


Senado dos EUA aprova por unanimidade maior pacote de resgate econômico da história. Bolívia ameaça com 10 anos de prisão quem descumprir quarentena. Mortes na Espanha chegam a 4.089

Um homem usando uma máscara contra o coronavírus anda de bicicleta em uma rua vazia de Pequim, na China, nesta quinta-feira.GREG BAKER / AFP

Para enfrentar os efeitos econômicos da pandemia do coronavírus (Covid-19), o Senado dos EUA aprovou por unanimidade na noite desta quarta-feira o maior pacote de resgate econômico da história do país. Nos Estados Unidos, o número de pessoas contaminadas pelo vírus Sars-Cov-2 passa de 68.000 e ao menos 1.000 pessoas morreram. Um terço da população mundial está em quarentena para conter o avanço da pandemia do novo coronavírus. Na Bolívia, o Governo endureceu as regras para a população sair de casa e ameaça com penas de até 10 anos de prisão quem descumprir as medidas de isolamento social. No Brasil, o Ministério da Saúde confirmou 57 mortes por Covid-19, sendo 48 no Estado de São Paulo, seis no Rio de Janeiro, uma no Rio Grande do Sul, uma morte em Pernambuco e um óbito no Amazonas. Enquanto a população brasileira se isola em suas casas, o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro (sem partido) fica cada vez mais isolado politicamente após criticar as medidas de isolamento social e chamar a Covid-19 de uma “gripezinha”.

Os destaques sobre da crise do coronavírus desta quinta-feira:

  • Senado aprova por unanimidade o maior resgate econômico da história dos EUA.
  • Bolívia amplia quarentena e ameaça quem não a cumprir com até 10 anos de prisão.
  • Espanha tem 655 mortes em 24 horas e vítimas passam de 4.000.
  • Ministério da Saúde confirma 57 mortes por coronavírus no Brasil e casos chegam a 2.433.
  • Isolado, Bolsonaro vê Exército, vice Mourão e 27 governadores marcarem distância na crise.


Nenhum comentário