ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Funaro delator já pode sair de casa



Ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB)

O ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) saiu em defesa da realização de uma reforma política no País. Embora negue qualquer possibilidade de deixar o PSDB, o tucano afirmou que o Brasil possui hoje um dos piores sistemas partidários do mundo, o que impede qualquer um de estar feliz na política. “Ninguém está feliz na política, nem no PSDB”, afirmou o tucano, reiterando que “sem uma reforma política, as crises não acabam”. “Com 35 partidos, todos estão divididos, o eleitor não sabe em quem votar”, emendou. Ao negar uma possível saída do PSDB, Alckmin rebateu: “Sou a sétima assinatura da carta de fundação”. As declarações de Alckmin foram dadas em resposta a uma pergunta sobre a notícia de que teria declarado nesta semana que não está satisfeito no PSDB, em evento ocorrido em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo. “Me perguntam se estou feliz no partido. Não estou e quem disser que está está mentindo. Não estou satisfeito no PSDB, já que o sistema brasileiro não permite que qualquer pessoa esteja feliz com qualquer partido”, disse Alckmin na ocasião, segundo noticiou o portal UOL.

Nenhum comentário