ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Floresta Azul: Vereadores realizam cobranças ao Poder Executivo em sessão ordinária

Nenhuma descrição de foto disponível.Às 19 horas, da última segunda-feira 17 de junho, os vereadores da cidade de Floresta Azul, reuniram-se para mais uma Sessão Ordinária da Câmara Municipal. Iniciando a reunião, foi feita a frequência dos vereadores, pelo vereador Jaconias Gusmão, havendo o número legal de presentes o presidente Márcio Soares, deu incio a sessão onde convidou o vereador José André para fazer a leitura do texto bíblico, em seguida a leitura da ata realizada pela vereadora Daniela Laranjeira da sessão anterior e a mesma teve aprovação por unanimidade, onde a vereadora Daniela leu o expediente.
Não havendo manifestação no pequeno expediente, o presidente da casa finalizou o pequeno expediente a foi aberto a ordem o dia.
A primeira a se manifestar foi vereadora Daniela, iniciando seu discursando solicitando da mesa diretora, uma moção de aplausos aos alunos do curso técnico de enfermagem, pela conclusão do curso, desejando sucesso, sua nova carreira.
O Vereador André Alves foi o próximo a se manifestar, que reafirmou o seu pedido ao executivo, que teve a pauta de construção de quebra molas, tendo a confirmação do Secretário a da realização do pedido, porém em outro localidade, onde não à necessidade, o vereador afirmou que irá fazer o pedido pessoalmente e tomar medidas cabíveis se não for resolvido essa situação da localidade que seria entre ao colégio e a Igreja Adventista devido ao fluxo de alunos que transitam naquela área  e reposição de lampadas, na subida do CEFA, onde já foi atendido pelo executivo.
O Vereador Ubiratan deu prosseguimento, que iniciou solicitando a mesa um pedido ao executivo, para fazer  reparos na rua 23 de abril, seguindo seu discurso o vereador alerta  sobre as casas populares, que providencias deveram ser tomando,  afirmando que teve juntamente com a prefeita Dra. Gicélia, tirando algumas duvidas do edil, denunciando que pessoas que foram completadas, que possuem imoveis em outras localidades no município, pedindo uma investigação sobre essas pessoas, esclarecimento que aquelas casas é para quem não tem moradia e cobrando da empresa responsável, que recebeu o valor pela construção das casas e não concluiu.
Ainda no seu discurso o vereador Ubiraran solicita que seja enviando para prefeita uma moção de aplausos, pela serviços prestados, na parte de pavimentação no município com recursos próprios. O vereador usando da palavra cobrou a implantação do projeto Internet para todos, já aprovado pela casa e até o momento que não implantado, e ainda citou sobre o projeto do vereador Inha, que é o transito Livre para cadeirantes, citando outras localidades que já existe esse projeto.
O Presidente Marcio Soares esclareceu que os projetos das casas populares e Internet para todos são recursos federais, e orientou que a casa deveria entrar com uma ação no Ministério Publico Federal.
O próximo Vereador de se manifestar foi Jaconias Gusmão, iniciando as colocações requerendo uma moção de pesar pelo falecimento de Nelson Cotelo, morador antigo de Floresta Azul, e era querida por todos, o vereador cita, que não de acordo da construção de quebras de forma exagerada, é de acordo apenas em locais onde a lei é amparada, afirmando que a cidade não a tanta necessidade, devido a estado de em algumas ruas no município.
O Presidente Márcio Soares comenta com tristeza do número de falecimentos que vem ocorrendo no município, devido aos pedidos de moção de pesar, solicitando mais alguns pedidos.
O mesa Casa, convidou o morador Binho para entregar uma moção de aplausos solicitada pelo vereador André, que parabenizou por levar o nome de Floresta Azul.
Binho usou da palavra, que fez um intermunicipal no estado de São Paulo com moradores  da cidade, onde Floresta Azul se saiu campeã.
Finalizando a ordem do dia foi aberto o grande expediente onde o primeiro a se manifestar foi o vereador Inha Andrade,iniciou suas palavras criticando ações que vem sendo realizadas em grupos do legislativo, realizando cobranças via grupo e comentários indevidos, repudiando, afirmando que as discussões e cobranças devem serem feitas na casa de leis, informando ainda que já existe uma resposta a respeito da barragem, em nota enviada da EMBASA para a câmara de vereadores de Floresta Azul, que a água que a população estava consumindo não estava impropria para uso como afirmou o vereador Ubiratan. o vereador no uso de sua palavra comentou que não é Câmara e nem a Prefeitura que tem  resolver, existindo um órgão responsável que já enviou uma nota a esta casa, onde a casa já solicitou a presença de um responsável da EMBASA em sessão futuras, aguardando resposta.
O Presidente Marcio convidou o vice-presidente para assumir a presidência onde o mesmo irá usar da palavra, que inicia ela afirmando que a presença do população da tribuna na da forma da força aos edis para realizar cobranças, Marcio comentou que nesta data se finaliza um ciclo, dos trabalhos legislativos, onde ele agradece a Deus por ter saúde e força para conduzi os trabalhos a sua família e dos nobres vereadores, servidores da casa, onde parabeniza a casa  e os vereadores pelos trabalhos e projetos aprovados, citando que foi de grande produção nesse primeiro semestre, pedindo uma salva de palmas para toda equipe que forma a Câmara Municipal de Vereadores de Floresta Azul, agradecendo a confiança e o apoio que é obtido por todos, que estará disposição para lutar pro Floresta Azul
Não havendo mais nada a tratar, o presidente agradeceu a presença de todos e encerrou a sessão, ao mesmo instante, entra em recesso parlamentar e  convidando a todos para participar da próxima, que ocorrerá em Agosto.

Nenhum comentário