ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Chuva forte destrói telhado de escola, posto de saúde e diversas casas em Santa Cruz da Vitória



Uma forte chuva, seguida de raios, trovões e ventos, atingiu no final da tarde de ontem, domingo, dia 17, a cidade de Santa Cruz da Vitória, destruindo o telhado do Auditório Mariete Mâcedo, situado no Centro Municipal de Educação José Guedes (CMEJG). O CMEJG é a maior escola do município, atendendo mais de 900 alunos do Ensino Fundamental I e II, que com a destruição do telhado ficam sem local para estudar. Segundo a secretária municipal de Educação, Cristiane Rocha Silva, o auditório é o único espaço utilizado pela comunidade para realização de eventos cultural, religioso e pedagógico. O que vai inviabilizar o início do período letivo municipal naquela escola.

Além do CMEJG, uma unidade de saúde (UBS) local, parte da Secretaria Municipal de Educação, a Casa Paroquial, diversos pontos da cidade, além de dezenas de casas foram parcialmente destruídas pela forte chuva e ventos, o que deixou dezenas de famílias desabrigadas na cidade e zona rural.
O prefeito Carlos André de imediato decretou estado de emergência na cidade. André, que se encontra em Salvador, esteve na manhã de hoje, segunda-feira, 18, com o deputado estadual Tiago Correia, para falar sobre os estragos feito pelas chuvas em Santa Cruz da Vitória. O prefeito solicitou do seu secretariado uma reunião com os vereadores para buscar alternativas que possam atender as primeiras necessidades da população atingida pela chuva e terá ainda hoje uma reunião com João Bacelar e João Roma para expor a situação de calamidade que se encontra a cidade de Santa Cruz da Vitória.

“Foi algo que ninguém esperava. Uma forte chuva, seguida de raios e trovões e ventos fortes. Muita coisa foi destruída e muitas famílias foram atingidas, ficando desabrigadas. Perdemos nosso auditório, além do posto de saúde, e parte da Secretaria Municipal de Educação. Fui bem recebido pelo deputado estadual Tiago Correia, que se colocou a disposição nesse momento de dificuldade do nosso município, e ainda hoje terei uma audiência com os deputados João Bacelar e João Roma. Pretendo ir amanhã (terça-feira, 19) para Brasília, onde baterei em todas as portas pedindo ajuda para nossa Santa Cruz da Vitória. Estamos mobilizando também nosso engenheiro para avaliar os estragos e vou solicitar a presença de uma equipe da Defesa Civil do Estado para nos auxiliar nesse momento”, disse o prefeito Carlos André.


Relação de famílias atingidas pelos ventos e fortes chuvas

  Maria das Neves Silva de Oliveira, Rua Eurico Dutra, 170.
 Ubaldino Brandão e Odilon Ferreira, Rua Landulfo Alves, 51;
 Jorge Antonio Viana de Souza, Avenida Itabuna, 503.
Olivia Ribeiro, Rua Alberto Castro de Araújo, s/n.
Juscelino  dos Santos de Jesus, Rua Clementino Flávio, 408.
Cristina Guimarães da Silva, Avenida Getúlio Vargas, 574.
 Fernanda de Jesus Santos, Rua Luís Viana Filho, 418.
Maurício Sousa Santos, Rua Luís Viana Filho, 68-A.
Joselma Souza Santos, Rua Luís Viana Filho, 68.
 Magnólia Rodrigues, Rua Luís Viana Filho, 74.
 Adailton Saturnino dos Santos, Roça do Povo, 555-A.
 Geraldino Francisco de Souza, Roça do Povo, 519.
 Maria do Carmo Souza dos Santos, Roça do Povo.
 Cosme Sampaio da Silva, Rua Manoel Paterno de Souza, 45.
Cledina Farias Santos, Rua Luís Viana Filho, 80.
Valdete Damasceno Santos, Rua Conquista, 64.
Adebias Vieira Lima, Rua Marechal Deodoro da Fonseca, 41.
 Paulo Saturnino dos Santos, Roça do Povo; Júlio dos Santos, Roça do Povo.
 Iracema dos Santos, Rua Góes Calmon.
 Lúcia Vieira, Rua Conquista s/n°.
Deivid de Jesus Castro, Roça do Povo.
 Casa Paroquial, no centro da cidade.



Nenhum comentário