ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Dabove acredita que faltou 'concentração' para o Bahia, mas não associa a salários atrasados



Foto: Divulgação / EC Bahia

Concentração. Foi isso o que faltou para o Bahia, neste domingo (26), diante do Internacional, pela 22ª segunda rodada da Série B. É no que acredita o técnico argentino Diego Dabove. Em entrevista coletiva após a derrota que colocou o clube na zona de rebaixamento do Brasileirão (veja aqui), o comandante falou sobre os dois gols do Colorado, originados de bolas aéreas.
"Era uma situação que vínhamos lidando bem, que não vínhamos tendo problemas, e hoje tivemos em duas oportunidades e acabamos pagando caro. Coisas a trabalhar, mas que têm mais a ver com a concentração e com o momento na partida, do que com o trabalho em si", ponderou.
Contudo, ele não associou o problema ao atraso dos salários dos jogadores, que fizeram um protesto neste domingo (saiba mais aqui). "Creio que não. É difícil desligar mentalmente, mas na análise do futebol, acho que não. Não jogamos bem no primeiro tempo. No segundo, foi mais parecido com o que a equipe vinha jogando (...) São situações normais do futebol. Tenho 20 anos de futebol, e vivi isso milhões de vezes. Seguramente chegarão a um acordo e a um melhor final para todos", pontuou.
Após ter conquistado cinco pontos nos cinco jogos à frente do Bahia, o argentino preferiu não fazer uma análise do próprio trabalho neste momento. "Nossa análise vamos fazer ao final de tudo. Agora temos que corrigir e trabalhar. Depois do final do ano, analisaremos", afirmou.
O Bahia volta a campo no próximo sábado (2), contra o Ceará, na Arena Fonte Nova. Caso o problema dos salários atrasados não seja resolvido até lá, o protesto deve seguir, e os jogadores não se concentrarão para a partida.

Nenhum comentário