ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Prevenção e planejamento marcam ações da Defesa Civil de Itabuna






Prevenção de tragédias e de acidentes e a garantia da segurança das pessoas são os pilares das ações da Defesa Civil de Itabuna, que, ao longo dos primeiros meses da gestão do prefeito Augusto Castro, tem contado com parcerias importantes. O trabalho ostensivo minimiza impactos sobre a vida da população, quando fenômenos como grandes volumes concentrados de chuvas acontecem na cidade.

A diretora da Defesa Civil, Eliciane Rodrigues Santos Reis, disse que, “embora historicamente tenhamos os meses de março, junho e novembro como os mais chuvosos do ano, em 2021, o volume de chuvas tem sido menor do que o previsto”. O último período de maior volume, aconteceu há duas semanas, quando a cidade teve 40 milímetros de chuvas num intervalo de 13 horas. “O trabalho de prevenção e nossas parcerias demonstraram o quanto estar um passo à frente é importante”, frisou.

A diretora destaca o trabalho da Secretaria de Infraestrutura e Desenvolvimento Urbano em ações como desobstrução de bueiros, limpeza de canais, recolhimento do lixo de terrenos baldios e remanejamento de resíduos de construções de ruas e avenidas.

ÁREAS DE RISCO

Eliciane Reis cita que que a cidade possui 47 áreas consideradas de riscos e que 14 delas estão classificadas como de “alto risco”. “Nessas áreas, a Defesa Civil faz visitas periódicas e prossegue monitorando”, assegurou.

Embora o trabalho da Defesa Civil esteja destacado especialmente nos períodos mais chuvosos, outras ações também são realizadas, como o acompanhamento de residências com possíveis problemas estruturais de construção. Imóveis com essas características já foram identificados em bairros como a Califórnia, Lomanto, Pedro Jorge e Mangabinha, dois dos quais tiveram de ser demolidos. Nesses casos, os moradores são assistidos pela Prefeitura através dos programas sociais.

Nos casos em que as residências representam perigo iminente, seja por construções irregulares seja por desastres naturais, as famílias são sempre orientadas para que se dirijam para um lugar mais seguro como casa de parentes ou amigos e, em última hipótese, alojamentos provisórios providenciados pela Prefeitura, como as escolas.

“O Poder Público conta com um Comitê de Crise permanente, envolvendo várias secretarias e sempre que necessário, ele é acionado para que consigamos proteger as vidas das pessoas”, explicou a diretora. Ela destacou ainda os protocolos procedimentais específicos de atuação da Defesa Civil em tempos de pandemia: “Uma de nossas parcerias é com a Secretaria de Saúde. Caso haja a necessidade de se implementar o remanejamento de famílias de um lugar para outro, a gente solicita que se realizem testes rápidos de detecção de COVID-19, antes de encaminhá-las para casa de parentes ou para abrigos”, diz.

A atuação da Defesa Civil exige atenção permanente, mas Eliciane assegurou que “no momento, não há alerta iminente de grandes volumes de chuvas em Itabuna para os próximos 15 dias, isso não significa que elas não possam ocorrer. Estamos sempre atentos e, caso aconteça, todo o esquema já está preparado para entrarmos em ação” finalizou.

Nenhum comentário