ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Morador de Alagoinhas é monitorado após ter contato com passageiro com variante indiana



Foto: Alberto Coutinho/GOVBA


Um homem morador de Alagoinhas, no Agreste baiano, teve contato com uma pessoa diagnosticada com variante indiana do coronavírus e agora está sendo monitorado.
Ele foi submetido a dois exames para identificar se está infectado, os resultados foram negativos, mas ainda assim os órgãos de saúde decidiram manter o monitoramento.
A variante indiana já foi registrada oficialmente em 49 países e 4 territórios, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS) em um relatório foi publicado nesta quarta-feira (26) (lembre aqui). O Brasil foi um dos oito países que entraram na lista. Na semana passada a nova cepa foi identificada no Maranhão e foi é o primeiro caso da cepa no país. A informação da confirmação do primeiro caso foi divulgada pelo secretário da Saúde, Carlos Lula, na quinta-feira (20). O secretário ressaltou que um estudo genômico realizado em 15 amostras identificou a variante indiana em seis. O primeiro paciente com a cepa foi um tripulante indiano de um navio que atracou no litoral de São Luís (leia mais aqui).
Nesta quarta o estado de São Paulo confirmou um novo caso. A identificação foi feita pelo Instituto Adolfo Lutz e divulgada pelo governo estadual. O Instituto informou que a variante foi identificada em um passageiro de 32 anos, morador de Campos dos Goytacazes, no Rio de Janeiro, que desembarcou no Aeroporto Internacional de Guarulhos no dia 22 de maio (entenda aqui).

Nenhum comentário