ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Brasil tem 77 mortes por Covid-19 confirmadas. Bolsonaro inclui atividades religiosas na lista de serviços que não podem parar em quarentenas. Itália registra 8.165 mortes, 662 delas nas últimas 24 horas. Siga as notícias sobre a crise do novo coronavírus, ao vivo

Trabalhadores seguem na montagem do hospital de campanha para pacientes do coronavírus no Anhembi, em São Paulo, nesta quinta-feira. Local terá capacidade para 2000 leitos.NELSON ALMEIDA / AFP



O Ministério da Saúde confirmou mais 20 mortes no Brasil pelo novo coronavírus e, assim, chega a 77 o total de vítimas da Covid-19 no território brasileiro. O Brasil também registrou mais 2915 casos confirmados de infectados pelo vírus Sars-Cov-2, sendo que destes 194 pessoas estão internadas em unidades de terapia intensiva (UTIs), informou o Governo nesta quarta-feira. Também nesta quarta, o presidente Jair Bolsonaro acrescentou algumas atividades à lista de serviços essenciais que não ficam suspensos durante o regime de isolamento. Entre eles estão as atividades religiosas, lotéricas, produção de petróleo e de energia e pesquisa científica. Assim, o decreto publicado no Diário Oficial da União nesta quinta-feira autoriza o funcionamento desses serviços, ainda que de acordo com “determinações do Ministério da Saúde”. No mundo, o Senado dos EUA aprovou por unanimidade o maior pacote de resgate econômico da história do país: dois trilhões de dólares.

Os destaques sobre da crise do coronavírus desta quinta-feira:

  • Brasil: sobe de 57 para 77 o número de mortes causadas pela Covid-19.
  • Bolsonaro inclui atividades religiosas entre os serviços essenciais durante a quarentena.
  • BC prevê que economia brasileira não irá crescer neste ano.
  • A Itália registra 662 mortes em um dia, 21 a menos que o dia anterior.
  • Senado aprova por unanimidade o maior resgate econômico da história dos EUA.
  • Bolívia amplia quarentena e ameaça quem não a cumprir com até 10 anos de prisão.

Nenhum comentário