ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Mesmo com triunfo, Bahia promete nova representação contra Rodolpho Toski

por Ulisses Gama



Dentro da Arena do Grêmio na última quarta-feira (16) Bahia venceu o Grêmio por 1 a 0 e ganhou novo fôlego na disputa pelo G-6 do Campeonato Brasileiro. Mesmo com o bom resultado, o clube saiu na bronca com a arbitragem de Rodolpho Toski Marques, do Paraná.
As principais reclamações são a não expulsão do zagueiro Kannemann, que fez uma falta em Flávio para interromper o ataque do Bahia, e a não marcação do pênalti em cima de Marco Antônio, que só teve a decisão alterada em virtude do árbitro de vídeo. Com isso, o vice-presidente Vitor Ferraz indicou uma nova representação contra o juiz na Confederação Brasileira de Futebol (CBF).
"Amanhã apresentaremos nova representação à Comissão de Arbitragem da CBF em relação ao árbitro Rodolfo Toski.Não bastasse não ter expulsado o zagueiro Kannemann, não fosse o VAR ele teria nos tirado o triunfo, tal qual em 2018. Nosso bom resultado não pode mascarar mais esses erros", escreveu na rede social Twitter.
Rodolpho Toski Marques já havia sido alvo de polêmica em 2018, quando causou controvérsia ao expulsar o zagueiro Jackson e marcar um pênalti inexistente de Gregore em cima de Marinho. Naquele ano, o jogo acabou empatado em 2 a 2.


Nenhum comentário